OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Segundo dados da Abracopel, (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade) acidentes envolvendo instalações provisórias, isto é, instalação comumente encontrada em feiras, construções, palcos de show, exposições, são responsáveis por um número alarmante de acidentes envolvendo eletricidade.

Apesar de ter de atenderem as mesmas especificações das instalações permanentes (NBR 5410) em muitos casos estas instalações não respeitam os aspectos de segurança exigidos e ocasionam acidentes graves. Entre os principais erros em instalações provisórias estão o uso de cabos inadequados, falta do fio terra e do dispositivo DR. Quanto ao uso de cabos a NBR 5410 é clara no que diz respeito ao uso e instalação correta. Já a eficiência do dispositivo DR já foi comentada aqui e ressaltamos que a maior parte dos acidentes poderia ser minimizada com o desligamento automático da rede através do dispositivo DR.

Um aterramento elétrico instalado de forma correta protege o usuário do equipamento de descargas atmosféricas, “descarrega” cargas estáticas acumuladas nas carcaças das máquinas ou equipamentos para a terra, facilita o funcionamento dos dispositivos de proteção (fusíveis, disjuntores, etc.) através da corrente desviada para a terra dentre outros. O que falta nessas instalações provisórias é uma conscientização maior por parte dos profissionais que realizam essas instalações malfeitas.

Fonte: Abracopel