Uma equipe da Universidade de Ciência e Tecnologia de Missouri, nos Estados Unidos, começou agora a dominar uma técnica surpreendente de impressão. A técnica de “impressão colorida sem tinta”. Não acredita que isso seja possível? A gente te explica como os pesquisadores conseguiram chegar a esse resultado.

Em vez de aplicar pigmentos, como na impressão tradicional, a técnica se baseia na construção de minúsculas estruturas projetadas para interagir de forma precisa com a luz, criando os efeitos de cor.

As nanoestruturas são sanduíches de materiais dielétricos e metálicos construídos com o intuito de manipular as ondas de luz, o que as inclui na categoria dos metamateriais, o tipo de material artificial usado nos mantos de invisibilidade. A de cima do sanduíche possui furos com dimensões e espaçamentos precisos para prover uma interação específica com a luz.

Jie Gao, idealizador das namoestruturas afirma que “ao contrário do processo de impressão de uma impressora jato de tinta ou laser, onde são misturados pigmentos de múltiplas cores, não há nenhuma tinta colorida no nosso processo de impressão estrutural; apenas diferentes tamanhos de buracos sobre uma fina camada metálica”.

“Para criar uma imagem colorida com as nossas paletas de cores em nanoescala, substituímos diferentes áreas na imagem original com diferentes nanoestruturas com tamanhos de furos específicos para representar várias cores visíveis,” explica detalhadamente o professor Xiaodong Yang, especialista conceituado na criação de “meta-átomos”.

A equipe de pesquisadores acredita que a técnica poderá avançar para aplicações industriais e artísticas, além ser útil para o armazenamento de informações e sistemas de segurança.

FONTE: institutodeengenharia.com